quinta-feira, julho 04, 2019

Ser feliz não tem ...




Ser feliz não tem a ver com grandes acontecimentos.
Tem relação com a alegria na sua rotina.
Nas coisas simples. 

Sentir que está tudo bem,

 que nenhuma notícia ruim chegou.
Todos que você ama acordaram com saúde.
Um milagre vivido em um novo dia que terminou tranquilo. 
Um banho quente, um abraço macio, 

a sua música preferida tocando na rádio,

 a volta pra casa em segurança.
Um chá quente, Netflix, cama cheirosa, mesa posta.
A felicidade acontece nos detalhes.
Ela vem suave, esquenta o peito e aquieta o coração.
Por favor, aprenda a perceber para poder agradecer. 

-Ana Luiza Costa-

quarta-feira, julho 03, 2019

MULHERES CARAS






   
“Foi num longo bate papo entre mulheres que descobri que é fácil classificá-las por seu valor: 
Cara é a mulher que quando a vida lhe deu um limão fez logo a limonada. 
Uma jarra enorme, gelada e adoçada.
Barata é a que ficou azeda.
Cara é a mulher que diante dos sonhos desfeitos,
 reorganizou-os como pode, juntou caquinhos no chão,
 catou migalhas, mas se refez.
Mulher barata é a que manteve sonhos extintos,
 virou o pesadelo dos que a cercam e nunca acordou.
Cara é a mulher que descobriu seu corpo,
apaixonou-se pelos seus defeitos e aprendeu a exibir-se com a maestria de quem é segura de seu poder.
Barata é aquela que nem sabe como é,
 não ousou se conhecer e vive tentando se esconder.
Mulher cara tem brilho nos olhos.Barata só tem rugas
.Cara é a mulher que saiu a luta, foi ao fundo do poço e…voltou!Barata é quem vive nas bordas, dependurada,
 sem coragem de se soltar.
Cara é a mulher que muda de casa,
 de cidade, de país, de marido, de namorado,
de emprego quantas vezes for preciso
 mas se mantém fiel aos seus princípios.
Barata até muda, mas só a casca.
Por dentro mantém as paredes rachadas,
 o relacionamento falido, o fracassado passado.
Cara é a mulher que tem assunto: Fala de política
, moda, cozinha e amor com a mesma desenvoltura
.Barata só fala dos outros,
porque de si mesma nada tem de interessante para contar.
A mulher cara ri a toa,
 é feliz com o que tem,
e de tão bem humorada ri até de si mesma.
A mulher barata é carrancuda. Reflete por fora o que realmente é por dentro, não sorri…finge.
Mulher cara tem amigos. Muitos. Verdadeiros e pela vida inteira. Amigos que a admiram e defendem até debaixo d’água.
A barata tem conhecidos. Gente que foge como o diabo da cruz mas que quando não tem jeito…a aturam.
A cara é desprendida e solta
.A barata é pegajosa.
Mulher cara tem preço sim e sabe disso. É rara no mercado.
Mulher barata tem aos montes. Pilhas, lotes, containers lotados! Porque …ahh essas ninguém quer!”


Mulher despida - Martha Medeiros






Talvez a verdadeira excitação esteja, hoje, em ver uma mulher se despir de verdade - emocionalmente. 
Nudez pode ter um significado diferente. 
Muito mais intenso é assistir a uma mulher desabotoar suas fantasias, suas dores, sua história. 
É erótico ver uma mulher que sorri, que chora, que vacila, que fica linda sendo sincera, que fica uma delícia sendo divertida, que deixa qualquer um maluco sendo inteligente. 
Uma mulher que diz o que pensa, o que sente e o que pretende, sem meias-verdades, sem esconder seus pequenos defeitos - aliás, deveríamos nos orgulhar de nossas falhas, é o que nos torna humanas, e não bonecas de porcelana. 
Arrebatador é assistir ao desnudamento de uma mulher em quem sempre se poderá confiar, mesmo que vire ex, mesmo que saiba demais.
Não é fácil tirar a roupa e ficar pendurada numa banca de jornal mas, difícil por difícil, também é complicado abrir mão de pudores verbais, expôr nossos segredos e insanidades, revelar nosso interior. 
Mas é o que devemos continuar fazendo. 
Despir nossa alma e mostrar pra valer quem somos, o que trazemos por dentro.
Não conheço strip-tease mais sedutor.



Borboleta -Caio Lucas





Quero subir mais alto,
quero ir mais além,
vem,
sai de seu casulo,
solte suas asas,
mostre-me sua beleza,
vem colorida de primavera,
cure seus traços,
jogue fora seus restos,
solte-se no ar e suba mais e mais,
vire borboleta,
deixe o resto sem valor e suba, voe para a vida.
Agora que já tem cor, tem vida,
mostre a coragem de sentir,
visite a flor,
seja fêmea,
germine sua paixão com pólen puro,
seja vida ou apenas seja você,
use o seu dom
e faça amor com seus giros de beleza.
Cure, jogue todo o carinho,
vem, borboleta, e voe,
coloque seu amor,
destrua seu casulo e liberte-se,
mostre-se mais,
jogue tudo pro alto e voe...
voe paixão...voe amor...apenas voe para a vida. 





É uma necessidade...







É uma necessidade tão grande de agradar os outros. 

Opiniões próprias, 

gostos pessoais, andam escassos. 

Há o esquecimento do ser... E estas pessoas que julgam-se donas da verdade,

 adentram cada vez mais nesta teia de hipocrisia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...