domingo, dezembro 18, 2011

Oi gente!!!



... Bom dia genteeee!!
Andei sumida porque viajei um kadinho lá pro RJ minha cidade maravilhosa, ficar uma
pouquinho com minha família!!!E descansar um pouquinho também né.. que eu não sou de ferro não!!!
Agora com a casa em ordem; Porque meus 3 gatinhos (Bem e Filhos) estavam sozinhos em casa... imaginem como ficou isso aqui...Agora tá tudo sobre controle!!!!kkk.. Ufaaaa..
Entonce... eu to de volta!!!
Saudades!!!
Bjão pra vcs!!!

segunda-feira, novembro 21, 2011

Não...

Photobucket




Não é apenas um abraço, é o seu. 
Não é apenas um sorriso, é o seu.
 Não é uma simples pessoa, 
é você.










Para vê a imagem (todas) em tamanho natural, clique nela!!

quinta-feira, novembro 17, 2011

Por Charles Chaplin



"Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite.
É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição.
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.
Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.
Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus.
Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.
Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.
O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende só de mim."


terça-feira, novembro 15, 2011

Reflita ai...

Photobucket





"Muita coisa que ontem parecia importante ou significativa amanhã virará pó no filtro da memória. Mas o sorriso (...) ah, esse resistirá a todas as ciladas do tempo."

CaioFAbreu



quarta-feira, novembro 09, 2011

sexta-feira, novembro 04, 2011

Boa Noite!!!


"Se alguém lhe fechar a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas.

 Lembre-se da sabedoria da água:

 a água nunca discute com seus obstáculos, mas os contorna."

sábado, outubro 22, 2011

MUITO,MUITO...

Photobucket

SILVANA CERVANTES

Quanto mais o tempo passa, mais me convenço
De que a luz da lua
Só brilha para me lembrar noite após noite,
Que em algum lugar deste mundo,
Mora aquele que em meus sonhos sempre habitou!
O sol, teimoso que é,
Também nasce, dia após dia... 
E me alegro,
ao pensar que o que arde aqui,
é o mesmo que bronzeia sua pele ai...
É nesta hora, que sussurro ao vento
meu  maior segredo...
Eu o amo... amo muito, muito...
E como sei, que vento não guarda segredos, finjo que não percebo que correrá o mundo... Só para soprar em seus ouvidos o que de mim escutou.
Espero ansiosa que um dia retorne...
Sim, vento é também volúvel, e de certo há de retornar a mim, trazendo nas asas o seu segredo,
 E rogo oferecida que seja assim:
Eu também a amo... muito, muito...

segunda-feira, outubro 03, 2011

Decifra-me, mas não conclua...




Este texto recebi por e-mail da Amiga  Rosemary Peters,
Obrigada amiga, eu adorei!!




Sou uma mulher que pensa
E uma menina que erra...
Sou uma mulher que briga
E uma menina que brinca...
Sou uma mulher com desejos
E uma menina cheia de sonhos...
Sou uma mulher com anseios
E uma menina com pesadelos...
Sou uma mulher que luta
E uma menina que chora quando perde...
Sou simplesmente eu mesma,
nas horas em que erro,
ou nas horas que acerto.
Sou igual a Você:
Humana e Imperfeita...
Às vezes careta,
Às vezes moderninha...
Sou igual a Você, quando sinto frio...
Quando sinto medo...
Que choro,
quando simplesmente quero chorar...
Não sou perfeita,
assim como Você também não é...
Eu sou assim, tenho meus defeitos.
Sou uma mulher correta,
E uma menina Travessa...
Sou simplesmente eu mesma,
Não me idealize, apenas me conheça!
Sou um mixto de MULHER e MENINA...
Sou pessoa de dentro para fora,
Minha beleza está na minha Essência,
no meu Caráter,
É isso que me torna Especial, afinal,
com muito orgulho:
SOU MULHER!!!!!

quarta-feira, setembro 28, 2011

Na Montanha da Esperança





O amor acariciava os sonhos
A magia bailava com a ternura
A amizade conversava com a compaixão
O respeito escutava a virtude
A alegria brincava com a inocência
A fraternidade passeava com a tolerância
A bondade acariciava a sabedoria
O amparo carregava a disciplina
A inspiração fazia amor com a ideologia
A fé cantarolava com a verdade
O carinho instigava a benevolência
A liberdade cochichava com a coragem
A admiração contemplava a beleza
A serenidade instigava a firmeza
A retidão admirava a pro atividade
A solidariedade cavalgava com a união. 

(Tadany)

segunda-feira, setembro 12, 2011

Simples Assim...


Já chamei pessoas próximas de “amigo” e descobri que não eram… Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.

quinta-feira, setembro 01, 2011

Simples Assim...




É impossível.” disse o orgulho.

 “É arriscado.” disse a experiência.

“É inútil.” disse a razão.

“Dê uma chance.” sussurrou o coração.


terça-feira, agosto 23, 2011

Você vale ouro pra mim!

Recebi esse texto da Amiga Elvina Tereza,
Obrigada Best Friend!!!

Thank you for being my friend

Passados mais de 50 anos, eis o que aprendi:
O Tempo passa.
A vida acontece.
A distância separa.
As crianças crescem.
Os empregos vão e vem.
O amor fica mais frouxo.
As pessoas não fazem
o que deveriam fazer.
O coração se rompe.
Os pais morrem.
Os colegas esquecem os favores.
As carreiras terminam.
Mas..... os verdadeiros amigos estão lá, não importa quanto
tempo e quantos quilômetros estejam entre vocês.
Um amigo nunca está mais distante do que o alcance de uma necessidade,
torcendo por você,intervindo a seu favor e esperando você de braços abertos;
abençoando sua vida!
Todos nós, quando iniciamos esta aventura chamada vida, não
sabíamos das incríveis alegrias ou tristezas que estavam adiante,
nem sabíamos o quanto precisaríamos uns dos outros.
 Moral da história: A amizade não se resume só em horas  boas,
alegria e festa. Amigo é para todas as horas, boas ou ruins, tristes ou 
alegres.

segunda-feira, agosto 22, 2011

Eu desejo que desejes



 Eu desejo que desejes ser feliz de um modo possível e rápido,desejo que desejes uma via expressa rumo a realizações não utópicas,mas viáveis, que desejes coisas simples como um suco geladodepois de correr ou um abraço ao chegar em casa,
desejo que desejes com discernimento e com alvos bem mirados.
Mas desejo também que desejes com audácia,que desejes uns sonhos descabidose que ao sabê-los impossíveis não os leve em grande consideração,mas os mantenha acesos, livres de frustração,desejes com fantasia e atrevimento,estando alerta para as casualidades e os milagres,
para o imponderável da vida, onde os desejos secretos são atendidos.
Desejo que desejes trabalhar melhor, que desejes amar com menos amarras,que desejes parar de fumar, que desejes viajar para bem longee desejes voltar para teu canto, desejo que desejes crescere que desejes o choro e o silêncio, através deles somos puxados pra dentro,
eu desejo que desejes ter a coragem de se enxergar mais nitidamente.
Mas desejo também que desejes uma alegria incontida,que desejes mais amigos, e nem precisam ser melhores amigos,basta que sejam bons parceiros de esporte e de mesas de bar,que desejes o bar tanto quanto a igreja,mas que o desejo pelo encontro seja sincero,que desejes escutar as histórias dos outros,que desejes acreditar nelas e desacreditar também,faz parte este ir-e-vir de certezas e incertezas,que desejes não ter tantos desejos concretos,que o desejo maior seja a convivência pacífica
com outros que desejam outras coisas.
Desejo que desejes alguma mudança,uma mudança que seja necessária e que ela não te pese na alma,mudanças são temidas, mas não há outro combustível para essa travessia.Desejo que desejes um ano inteiro de muitos meses bem fechados,que nada fique por fazer, e desejo, principalmente,que desejes desejar, que te permitas desejar,pois o desejo é vigoroso e gratuito, o desejo é inocente,não reprima teus pedidos ocultos, desejo que desejes vitórias,romances, diagnósticos favoráveis, mais dinheiro e sentimentos vários,mas desejo, antes de tudo, que desejes, simplesmente.                                         
Martha Medeiros

quinta-feira, agosto 18, 2011

Pão com manteiga





Conta a história que um casal tomava café da manhã no dia de suas bodas de prata.


A mulher passou a manteiga na casca do pão e o entregou para o marido, ficando com o miolo. Ela pensou: "Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais o meu marido e, por 25 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer meu desejo. Acho justo que eu coma o miolo pelo menos uma vez na vida".
Para sua surpresa, o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse: "Muito obrigado por este presente, meu amor... Durante 25 anos, sempre desejei comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, jamais ousei pedir!"


Moral da história:


1. Você precisa dizer claramente o que deseja, não espere que o outro adivinhe...


2. Você pode pensar que está fazendo o melhor para o outro, mas o outro pode estar esperando outra coisa de você...


3. Deixe-o falar, peça-o para falar e quando não entender, não traduza sozinho. Peça que ele se explique melhor.


4. Esse texto pode ser aplicado não só para relacionamento entre casais, mas também para pais/filhos, amigos e mesmo no trabalho.
... Tão simples como um pão com manteiga!!!




Eu amo esse texto!!

terça-feira, agosto 16, 2011

Presente que ganhei



Cartão que ganhei da  Sandra Veneziani
do Blog:
Ao Toque do Amor
Obrigada Querida ... Amei todos os presentes
Bejus

Pra refletir


É uma necessidade tão grande de agradar os outros. 
Opiniões próprias, gostos pessoais, andam escassos. 
Há o esquecimento do ser e estas 
pessoas que julgam-se donas da verdade, 
adentram cada vez mais nesta teia de hipocrisia.



terça-feira, agosto 09, 2011

Mulheres Caras

   
“Foi num longo bate papo entre mulheres que descobri que é fácil classificá-las por seu valor:Cara é a mulher que quando a vida lhe deu um limão fez logo a limonada. Uma jarra enorme,
gelada e adoçada.
Barata é a que ficou azeda.
Cara é a mulher que diante dos sonhos desfeitos,
 reorganizou-os como pode, juntou caquinhos no chão,
 catou migalhas, mas se refez.
Mulher barata é a que manteve sonhos extintos,
 virou o pesadelo dos que a cercam e nunca acordou.
Cara é a mulher que descobriu seu corpo,
apaixonou-se pelos seus defeitos e aprendeu a exibir-se com a maestria de quem é segura de seu poder.
Barata é aquela que nem sabe como é,
 não ousou se conhecer e vive tentando se esconder.
Mulher cara tem brilho nos olhos.Barata só tem rugas
.Cara é a mulher que saiu a luta, foi ao fundo do poço e…voltou!Barata é quem vive nas bordas, dependurada,
 sem coragem de se soltar.
Cara é a mulher que muda de casa,
 de cidade, de país, de marido, de namorado,
de emprego quantas vezes for preciso
 mas se mantém fiel aos seus princípios.
Barata até muda, mas só a casca.
Por dentro mantém as paredes rachadas,
 o relacionamento falido, o fracassado passado.
Cara é a mulher que tem assunto: Fala de política
, moda, cozinha e amor com a mesma desenvoltura
.Barata só fala dos outros,
porque de si mesma nada tem de interessante para contar.
A mulher cara ri a toa,
 é feliz com o que tem,
e de tão bem humorada ri até de si mesma.
A mulher barata é carrancuda. Reflete por fora o que realmente é por dentro, não sorri…finge.
Mulher cara tem amigos. Muitos. Verdadeiros e pela vida inteira. Amigos que a admiram e defendem até debaixo d’água.
A barata tem conhecidos. Gente que foge como o diabo da cruz mas que quando não tem jeito…a aturam.
A cara é desprendida e solta
.A barata é pegajosa.
Mulher cara tem preço sim e sabe disso. É rara no mercado.
Mulher barata tem aos montes. Pilhas, lotes, containers lotados! Porque …ahh essas ninguém quer!”





(Recebi por e-mail, não sei quem é o autor)


sexta-feira, agosto 05, 2011

Por: Eu amo o amor(Facebook)



Eu sirvo um Deus perfeito.
Mais forte que a morte.
Capaz de transformar,
curar, ressuscitar,
salvar, revelar segredos,
mudar histórias,
fazer milagres,
realizar o impossível,
mudar corações,
sarar feridas, transformar caráter,
trocar o choro pela alegria,
dar uma esperança eterna,
mudar sentimentos,
realizar sonhos, cumprir promessas,
corresponder ao amor,
ensinar a amar e não temer,
me fazer vencer
e o único que pode me dar a vida eterna."

(naoexistenadaimpossivel)

segunda-feira, agosto 01, 2011

Amor




É necessário redesenhar o amor da forma que o coração sabe. 
Repintar o que perdeu a cor, o que desbotou com o tempo,                                                                     
o que não brilha mais o olhar, o que ficou opaco.                                                                                                   
É preciso um retoque final; uma textura divina onde                                                                                                   
está se apagando o prazer e a alegria de viver.                                                                                                                
É preciso deixar fluir essa ciranda de sentimentos que moldam e dão sentido a vida.                                      
É preciso reinventar o amor, se perdeu a rima...
O verso... 
A cor!   

Nil Almeida                               

sábado, julho 23, 2011

As pessoas...




As pessoas complicam muito as coisas... 
Sente saudade? Ligue. 
Quer encontrar? Convide.
 Quer compreensão? Explique-se. 
Tem dúvidas? Pergunte. 
Não gostou? Fale. 
Gostou? Fale mais. 
Tá com vontade? Faça. 
Quer algo? Pedir é a melhor maneira de começar a merecer. 
Se o "não" você já tem, a tentar, só corre o risco do "sim"... 

A vida é uma só!!!" Simples :)


 Fernando Gouveia

quinta-feira, julho 21, 2011

Isso se chama amor...



 
Você surgiu como suave melodia trazida pela brisa; dilatou-se no silêncio de minha alma e fez-se moldura em meu viver.
Isso se chama ventura.
Há algo em você que transparece num olhar, como estrela no céu atapetado de astros e exterioriza-se num sorriso como canção tocada na harpa dos ventos.
Isso se chama ternura...
Sem olhar, você me percebe; sem falar, você me diz; sem me tocar, você me abraça...
Isso se chama sensibilidade.
Quando me perco em labirintos escuros, você me mostra o caminho de volta...
Quando exponho meus tantos defeitos, você faz de conta que não nota...
Se enlouqueço, você me devolve a razão...
Isso se chama compaixão.
Nos dias em que as horas passam lentas, sem graça e sem luz, nos seus braços eu encontro alento.
Quando os dias alegres de verão partem e em seu lugar chega o outono, cobrindo o chão com folhas secas, e o verde exuberante cede lugar ao cinza, nos seus braços encontro harmonia.
Isso se chama aconchego.
Quando você está longe, no espelho da saudade eu vejo refletida a certeza do reencontro.
Nas noites sem estrelas, quando a escuridão envolve tudo em seu manto negro, você me aponta a carruagem da madrugada, que vem despertar o dia com suas carícias de luz...
Isso se chama esperança.
Quando as marés dos problemas parecem tragar em suas ondas as minhas forças, em seus braços encontro reconforto.
Se as amarguras pairam sobre meus dias, trazendo desgosto e dor, sua presença me traz tranquilidade.
Você é um raio de sol, nos dias escuros...
É ave graciosa que enfeita a amplidão azul...
Você é alma e é coração.
É poema e é canção...
É ternura e dedicação...
Nada impõe, tudo compreende, tudo perdoa...
Sua companhia é doce melodia, é convite a viver...
... E tudo isso se chama amor!
Surge depois que as nuvens ilusórias da paixão se desvanecem.
Que a alma se mostra nua, sem enfeites, sem fantasias, sem máscaras...
Enfim, o amor é esse sentimento que brota todos os dias, como a flor que explode de um botão, ao mais sutil beijo do sol...
Isso, sim, se chama amor..

(Desconheço o Autor)

quarta-feira, julho 20, 2011

Felliz dia do Amigo



Pode ser que um dia deixemos de nos falar. 
Mas, enquanto houver amizade, faremos as pazes de novo. 
Pode ser que um dia o tempo passe. 
Mas, se a amizade permanecer, um do outro há de se lembrar. 
Pode ser que um dia nos afastemos. 
Mas, se formos amigos de verdade, a amizade nos reaproximará. 
Pode ser que um dia não mais existamos. 
Mas, se ainda sobrar amizade, nasceremos de novo, um para o outro. 
Pode ser que um dia tudo acabe. 
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente, 
cada vez de forma diferente, sendo único e inesquecível cada momento
 que juntos viveremos e nos lembraremos pra sempre. 
Há duas formas para viver sua vida. 
Uma é acreditar que não existe milagre. 
A outra é acreditar, que todas as coisas são um 
milagre.

Beju Meninas e meninos!!!

quarta-feira, julho 13, 2011

É fácil amar?



                           "É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, 
o riso é farto, e o chope é gelado.
É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, 
nas festas agendadas no calendário do de vez em quando.
Difícil é amar quando o outro desaba. 
Quando não acredita em mais nada.
 E entende tudo errado. 
E paralisa.
 E se vitimiza. 
E perde o charme. 
O prazo.
 A identidade. 
A coerência. 
O rebolado.
Difícil amar quando o outro fica cada vez mais 
diferente do que habitualmente ele se mostra 
ou mais parecido com alguém que não aceitamos que ele esteja.
Difícil é permanecer ao seu lado quando 
parece que todos já foram embora. 
Quando as cortinas se abrem e ele não vê
 mais ninguém na plateia. 
Quando o seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, 
exige que a gente saia do nosso egoísmo, 
do nosso sossego, 
da nossa rigidez, 
do nosso faz-de-conta, 
para caminhar humanamente ao seu encontro.
Difícil é amar quem não está se amando.
Mas esse talvez seja, sim, o tempo em que o 
outro mais precisa se sentir amado.
 Eu não acredito na existência de botões, alavancas, 
recursos afins, que façam as dores mais abissais 
desaparecerem, nos tempos mais devastadores, 
por pura mágica. Mas eu acredito na fé, 
na vontade essencial de transformação,
 no gesto aliado à vontade, e, especialmente, 
no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, 
de quem não desiste da gente."
Ana Jácomo
em Eu amo o amor no Facebook

segunda-feira, julho 11, 2011

Vocabulário feminino


[Recebi esse lindo texto por e-mail especialmente para o Blog de Carla Lúcia (Primademim) e amei vou dividir com vcs, espero que gostem]

Leila Ferreira

Se eu tivesse que escolher uma palavra
- apenas uma -
para ser item obrigatório no vocabulário da mulher de hoje, 
essa palavra seria um verbo de quatro sílabas:
descomplicar. 
Depois de infinitas (e imensas) conquistas, 
acho que está passando da hora de aprendermos 
a viver com mais leveza: 
exigir menos dos outros e de nós próprias, 
cobrar menos, reclamar menos, carregar menos culpa, 
olhar menos para o espelho.

Descomplicar talvez seja o atalho mais seguro para chegarmos à tão
falada qualidade de vida que queremos - e merecemos - ter.

   Mas há outras palavras que não podem faltar no kit existencial 
da mulher moderna. 
Amizade, por exemplo. 
Acostumadas a concentrar nossos
sentimentos (e nossa energia...) nas relações amorosas,
acabamos deixando as amigas em segundo plano. 

E nada, mas nada mesmo, faz tão bem para uma mulher
quanto a convivência com as amigas.
Ir ao cinema com elas 
(que gostam dos mesmos filmes que a gente), 
sair sem ter hora para voltar, 
compartilhar uma caipivodca de morango 
e repetir as histórias que já nos contamos mil vezes
- isso, sim, faz bem para a pele.

Para a alma, então, nem se fala. 

Ao menos uma vez por mês, deixe o marido ou o namorado em casa,
 prometa-se que não vai ligar para ele nem uma vez
(desligue o celular, se for preciso) 
e desfrute os prazeres que só uma
boa amizade consegue proporcionar.

E, já que falamos em desligar o celular, incorpore ao seu vocabulário
duas palavras que têm estado ausentes do cotidiano feminino: 
pausa e silêncio.

Aprenda a parar, nem que seja por cinco minutos, 
três vezes por semana, duas vezes por mês, ou uma vez por dia
- não importa -
e a ficar em silêncio. 

Essas pausas silenciosas nos permitem refletir,
contar até 100 antes de uma decisão importante,
entender melhor os próprios sentimentos, 
reencontrar a serenidade e o equilíbrio quando é preciso.

Também abra espaço, no vocabulário e no cotidiano, para o verbo rir. 
Não há creme anti-idade nem botox que salve a expressão 
de uma mulher mal-humorada. 
Azedume e amargura são
 palavras que devem ser banidas 
do nosso dia a dia. 
Se for preciso, pegue uma comédia na locadora,
preste atenção na conversa de duas crianças,
marque um encontro com aquela amiga engraçada 
- faça qualquer coisa, mas ria.
O riso nos salva de nós mesmas,
cura nossas angústias e nos reconcilia com a vida.
 
Quanto à palavra dieta, cuidado: 
mulheres que falam em regime o tempo
todo costumam ser péssimas companhias. 

Deixe para discutir carboidratos
e afins no banheiro feminino ou no consultório do endocrinologista. 
Nas mesas de restaurantes, nem pensar. 

Se for para ficar contando calorias,
descrevendo a própria culpa e olhando para a sobremesa
do companheiro de mesa com reprovação e inveja, 
melhor ficar em casa e desfrutar sua salada de alface
e seu chá verde sozinha.

Uma sugestão?
Tente trocar a obsessão pela dieta por outra palavra que,
essa sim, deveria guiar nossos atos 24 horas por dia: 
gentileza.

Ter classe não é usar roupas de grife: 
é ser delicada. 
Saber se comportar
é infinitamente mais importante do que saber se vestir. 

Resgate aquele velho exercício que anda esquecido:
aprenda a se colocar no lugar do outro, 
e trate-o como você gostaria de ser tratada,
seja no trânsito, na fila do banco, 
na empresa onde trabalha, em casa, no supermercado,
na academia.

E, para encerrar, não deixe de conjugar dois verbos que deveriam ser
indissociáveis da vida:
sonhar e recomeçar. 

Sonhe com aquela viagem ao exterior, aquele fim de semana na praia,
o curso que você ainda vai fazer, a promoção que vai conquistar um dia,
aquele homem que um dia (quem sabe?)
ainda vai ser seu, sonhe que está beijando o Richard Gere...
sonhar é quase fazer acontecer.
Sonhe até que aconteça. 

E recomece, sempre que for preciso:
seja na carreira, na vida amorosa, nos relacionamentos familiares. 
A vida nos dá um espaço de manobra:
use-o para reinventar a si mesma.

E, por último 
(agora, sim, encerrando), 
risque do seu Aurélio a palavra perfeição.

O dicionário das mulheres interessantes inclui fragilidades,
inseguranças, limites.

Pare de brigar com você mesma para ser a mãe perfeita, 
a dona de casa impecável, a profissional que sabe tudo, 
a esposa nota mil. 

Acima de tudo, elimine de sua vida o desgaste que é tentar ter coxas
sem celulite, rosto sem rugas, cabelos que não arrepiam, 
bumbum que encara qualquer biquíni. 
Mulheres reais são mulheres imperfeitas.
E mulheres que se aceitam como imperfeitas são mulheres livres.
Viver não é 
(e nunca foi)
fácil, mas, quando se elimina o excesso de peso da bagagem 
(e a busca da perfeição pesa toneladas), 
a tão sonhada felicidade fica muito mais possível.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...